Rogerio Taveira

Collective exhibition “November”

Posted in Works by rogeriotaveira on November 21, 2013

exp_02rt

Que lamentam as bocas dos abismos?

Tallinn. Cidade onde é sempre Novembro. Vindos das alturas, largos tubos de queda quase se despenham nos passeios moídos pela neve e o gelo. Como se de um feito extraordinário se tratasse, rasgam-se bocas na extremidade destes tubos, por onde caem água, gelo, neve e anjos. Nada permanece. Apenas as bocas segredam as múltiplas quedas a quem lhes prestar atenção. Por estes abismos tubulares despenhou-se o próprio país pelas mãos de invasores cruéis. Durante muitos anos nevaram anjos sobre a cidade, espaço sombrio dos homens. Essa é ainda a amargura da neve e das pedras negras. Esse é ainda o sono negro que as bocas dos abismos lamentam.

Exposição colectiva  Novembro

convite5

Comments Off on Collective exhibition “November”