Rogerio Taveira

Gelo, Mel e Sangue (Ice, Honey and Blood)

Posted in Works by rogeriotaveira on June 7, 2013

GeloMelSangue_RT

Silêncio sagrado e negro. Uma floresta densa e um chão branco e frio.
Apenas um murmúrio se faz sentir, o do gelo que derrete e erra até encontrar o caminho.
Os cursos de água, neste país plano como a palma de uma mão jovem, são calmos. Olhados com a atenção de Deuses e demónios surgem cores, congeladas durante meio século. O amarelo de um povo que, como as abelhas, conseguiu prevalecer, apesar da ocupação. O vermelho do sangue derramado nesse combate, também, silencioso. O eco dos gritos das crianças deportadas corre ainda nestes rios. Um pai que foi atirado ao mar, na sibéria, por ter febre, conseguiu, não se sabe com que habilidades retornar e aquecer as sombras das árvores.
Mel e sangue nutrem o solo, para que pinheiros, bétulas e seres cresçam sempre, mesmo quando mergulham nas profundezas de um rio, enganados pelo reflexo do céu cinzento pardo.

Eesti (Estónia), 2012

Advertisements

Comments Off on Gelo, Mel e Sangue (Ice, Honey and Blood)

%d bloggers like this: